Por: Claudia Sartori

Punta Cana está localizada na República Dominicana, e juntamente com o Haiti, faz parte das paradisíacas ilhas do Caribe. O idioma é espanhol. Sua população é, em torno, de 100.000 habitantes; e sua região foi, praticamente, tomada pelas grandes cadeias hoteleiras europeias.

#Praias de Punta Cana:

Praia de Bávaro – é a mais procurada pelo seu mar calmo, tipo piscina. Possui excelentes redes hoteleiras, entre elas, o Meliã Hotel.

Praia Cabeza de Toro – o mar é parecido com Bávaro, bem calminho.

El Cortezito e Los Corales – estão localizadas no centro comercial de Punta Cana.

Praia de Macao – A praia é linda e o mar apresenta mais ondas comparadas com as acima. Na região, está localizado o famoso Hard Hock Hotel.

Praia Bibijagua – mar calmo e paradisíaco, porem com pouquíssima concentração de hotéis.

Praia Arena Gorda – nessa região encontram-se muitos Resorts, entre eles, RIU e Iberostar. Sua areia é branca e o mar cristalino.

Punta Cana – praia que deu origem ao nome da região. Possui alguns hotéis. O mar também é bem calmo e clarinho.

Úvero Alto – Apesar da água cristalina, característica de todas as praias caribenhas, o mar é o mais agitado, ou seja, com mais ondas se comparado a todas as praias de Punta Cana. Isso se dá, devido à maior quantidade de recifes no local.

Para quem ama praticar surf, este é o local, tanto, que se encontram algumas escolas de surf na região.

# Quando ir:

O sol brilha o ano todo, mesmo no inverno. A temperatura sempre é agradável, variando entre 25 a 27 graus Celsius no verão, e 21 a 23 graus Celsius no inverno.

A alta temporada é de dezembro a abril, e apesar do índice pluviométrico ser baixo nesse época, sempre cai uma chuva durante o dia, mas logo cessa e o sol aparece brilhando novamente. Ótima época para viajar, mas prepare o bolso: tudo é mais caro.

Os meses de maio, junho e julho são os mais quentes, mas também os mais chuvosos. Vale a pena ir, devido aos preços mais baixos, mas lembre: época altamente úmida.

E os de agosto, setembro, outubro e novembro são de baixa temporada, por ser a época de furacões.

# Onde Ficar:

Existem inúmeros Resorts espalhados por toda a Baía. Pode-se escolher pelas praias ou por valores de diária.

Procure pegar um que tenha “All inclusive”, pois pelo que percebi, a cidade é um pouco precária em questões gastronômicas. O valor da diária em bons resorts varia de R$500,00 a R$ 2500,00, sendo que os Resorts superluxo (indicado em Rosa na foto abaixo) podem chegar ate R$ 7000,00 a diária. Lembrando que os valores são sazonais.

# Que moeda utilizar:

A moeda corrente é o peso dominicano, onde, atualmente, US$ 1 vale 49 pesos. Mas não se preocupe em procurar a moeda dominicana no Cambio, pois o dólar serve perfeitamente em Punta Cana.

Caso, você queira mesmo comprar pesos dominicanos, opte por caixas eletrônicos no aeroporto de Punta Cana ou mesmo dentro do saguão do hotel. Porem, não se esqueça de descer do avião com US$ 10 em mãos para pagar o Tarjeta de Turista, que é um visto que é cobrado assim que se desce em terra.

Existe a possibilidade de comprar, por cartão de crédito, essa tarjeta por internet. É uma forma de evitar filas no aeroporto, caso haja. Acesse: Http://www.dgii.gov.do/Tturistaweb/Order-en

Acabei levando dólar e cartão de crédito, e em todos os gastos que realizei em lojinha e em passeios pelas operadoras, comprados dentro do hotel; o valor era, automaticamente, convertido de pesos para dólar. No caso de dinheiro, ora o troco vinha em pesos, ora em dólar.

Foram poucas coisas que comprei em dinheiro vivo, preferi usar cartão de crédito, mas isso vai da preferência pessoal. Afinal, o cartão sempre implica mais gastos (IOF de 6%), porem, existe uma praticidade em carrega-los, ao invés de carregar um montinho de dinheiro. Mas, como falei, é escolha pessoal.

# Wi Fi e Plano de internet:

Para mim, essa foi a parte mais complicada da viagem, pois sou muito ligada no celular, e pensar em ficar sem internet, soou como pesadelo.

Cada hotel tem um sistema; alguns com internet paga, outras não; algumas com internet que cobre todo o resort, outras não.

No hotel em que ficamos, a internet só pegava no saguão, que por sinal, era extremamente espaçoso. O sinal chegava a pegar até uns 100 m fora do átrio. O problema de conexão foram muito poucas, mas houve.

Acabei separando, sempre, uma hora por dia para passear no saguão e conectar-me com o mundo. Mas, posso dizer, que no restante do dia, tínhamos tanto para aproveitar, que tentamos nos desligar um pouco disso e curtir a viagem.

Agora, se você, realmente não pode ficar sem a internet, o Palm Real Shopping Village, em Punta Cana, possui lojas de telefonia que vendem planos de dados. Só não se esqueça de levar o celular desbloqueado.

Atualmente, tem também o Chip pré-pago da T-Mobile (EasySim4U), comprado ainda no Brasil e recebido por e-mail. Compare os preços, e veja qual mais vale a pena.

# Gorjetas em Punta Cana:

Apesar de muitos falarem, que não há necessidade em dar gorjetas pelo serviço prestado; vejo isso como uma cortesia e lógico, uma ajuda, principalmente em Punta Cana. A população local é muito pobre e a maioria recebe, em média, um salário muito baixo.

Quando eles recebiam a gorjeta, a felicidade era explícita, além de oferecer um serviço melhor.

# Onde Comer:

Praticamente, todos os Resorts são All inclusive e com isso, possuem vários tipos de restaurantes temáticos dentro do complexo. Mas, caso, queira algo diferente, existe algum bem conceituado pelos turistas. Entre eles, temos:

Jellyfish Beach Restaurant – fica na Praia de Bávaro, perto do Meliã Hotel. De conotação romântica e a beira mar. Comida caribenha.

Little John – é um quiosque bastante agradável na Praia de Juanillo. Oferece desde pizza até comida caribenha.

Citrus Restaurant – Local bastante agradável e serve comida internacional.

Restaurante Citrus Punta Cana

Captain Cook Restaurant – Ambiente simples, estilo Buffet; mas confortável, com mesinhas distribuídas pela praia. Comida caribenha e frutos do mar.

# Baladas:

Não existem muitas opções para os baladeiros que adoram cair na “night”. Mas, se você é do tipo que não pode ficar parado ao som de salsa e merengue, sapáramos 4 casas noturnas bem conceituadas:

Imagine Disco – essa boate possui um diferencial de estar instalada dentro de uma caverna, mas fica extremamente lotada na alta temporada. A entrada é, em torno de, R$ 320,00, incluindo bebida.

Boate Imagine Punta Cana

Coco Bongo – é uma boate com pista de dança e apresentação de shows ao longo da noite. Uma dica é pegar um bom camarote, pois o local lota completamente. A entrada é, em torno de, R$ 350,00.

Oro nightclub – é uma balada dentro do Casino do Hard Rock Hotel, bastante animado. Valor da entrada é, em torno de, R$450,00, incluindo transfers e Open Bar.

Boate Oro Nighclub

Mangú Disco – fica na região de Bávaro, ambiente bastante descontraído e com frequência maior da população local.

# Onde fazer compras:

Existe dois shoppings conhecidos em Punta Cana. O maior e com mais diversidade, tendo desde o mais simples até as marcas de luxo, é o Palm Real Shopping Village. Já o Plaza Bidijagua tem um ambiente bastante rústico, telhado de sapê e com lojinhas e quiosques abertos. Ideal para comprar artesanatos, bebidas e charutos.

Palm Real Shopping Village

Falando em Charutos, um lugar para comprar um bom charuto é Vivaldi Cigars, na Região de Bávaro.

# Informações Básicas:

Voltagem: 110 V

Tomadas: tipo A e B

Fonte: www.viagem.uol.com.br

Fuso Horário: Sem o horário de verão no Brasil, é uma hora a menos em Punta Cana

Aeroporto: Aeroporto Internacional de Punta Cana (PUJ), estilo bem rústico e típico

Transporte do aeroporto ao hotel: transfer (contrate um antes de chegar em Punta Cana) ou táxi (particularmente caro, paguei UR$45.00 até o hotel)

Companhias aéreas que fazem o trajeto: Latam, America Airline, Avianca, Gol e Copa.

Passaporte: Validade mínima de 6 meses, não há necessidade de visto, mas paga-se US$ 10 para entrar no país

Seguro de Viagem: Não obrigatório (mas é sempre importante prevenir-se)

Vacinas: Febre amarela. É necessário ir com o certificado da vacinação, por isso, não deixe para a última hora, pois devido ao surto no país, este está demorando uns dias para sair. Caso de dúvida, acesse: portal.anvisa.gov.br.

Visto tudo isso, preocupe-se em apenas fazer uma mala com roupas leves e coloridas, muito filtro solar, óculos de sol, chapéu e: Boa Viagem!!!

Post relacionado:

As principais atrações em Punta Cana

Gostou deste post? Gostaria de nos acompanhar nas redes sociais e ficar antenados nas principais dicas e viagens nacionais e internacionais. Siga a gente, no Facebook / Instagram /  youtube

Compartilhe com os amigos nas redes sociais! Os botões estão logo abaixo do texto. Deixe também seu comentário.

Leia também:

Praia do forte: um pedacinho do paraíso

conexão em Salvado: o que fazer

Você que adora viajar: sabe o que STOPOVER?

Ferrari World: Abu Dhabi em alta velocidade

Passeio no Barco Veleiro: só se for o da Marinha

Viajar é colecionar momentos inesquecíveis, memórias e lembranças, que te fazem sempre sorrir. Amamos tanto tudo isso, que esse blog nasceu com o propósito não só de poder compartilhar lugares e dicas, mas também de te trazer cada emoção e encanto que esse mundo de Deus nos reserva. Quer vir comigo? Então: Vem, qu’eu te levo.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui