Por: Claudia Sartori

Para muitas pessoas, que não estão acostumadas a planejar sua viagem, relevando custo e beneficio: pesquisar passagem aérea e principalmente conseguir o melhor valor, realmente torna-se um desafio.

Por ser formada há mais de 20 anos em administração empresarial, sigo constantemente o fluxo operacional de algumas empresas, principalmente as companhias aéreas. E, constata-se claramente que estas utilizam a técnica de oferta e procura, a fim de maximizar suas receitas.

Esse ganho, para elas, só é possível quando atingem uma taxa de ocupação de assentos, que reverta em lucros. Assim, essas companhias buscam o momento certo de oferecer o serviço com preços mais elevados e momentos estratégicos para ofertar promoções.

Essa técnica é utilizada pelas companhias aéreas desde 1980 e é chamada de Gerenciamento de Receitas (Yield management). E não é necessário de complexo cálculo para compreendê-la.

Um exemplo simples, para poder entender melhor: uma manicure estipula 20 pares de mãos por dia, com o valor de R$12,00 cada, mas com o tempo, ela percebe que os finais de semana a procura é grande, não conseguindo atender a todos; enquanto que no começo de semana, é totalmente parado. Se ela aplicar o Gerenciamento de Receitas, ela aumentara o valor da mão no final de semana e fará valor promocional no começo da semana, com o intuito de migrar clientes para esses dias. É simplesmente assim, que as companhias aéreas procedem.

Pensando nessa lógica, passarei cinco estratégias para alcançar o menor valor possível na passagem para a sua viagem.

 

#1 – Não comprar passagens aéreas com muita antecedência

Esse é um erro que várias pessoas comentem por pensar que conseguirá preços melhores.

Apesar, de muitas vezes, virmos anúncios de companhias aéreas incentivando a compra antecipada de passagens, as pessoas que acompanham, dia a dia, as oscilações dos preços, confirmam, com suas experiências, que essas companhias se beneficiam com esse tipo de venda. Assim, se você pretende viajar daqui seis meses a um ano, segure a ansiedade, pois não encontrará promoção alguma, tão antes da hora.

A falta de desconto, nesse caso, ocorre devido ao fato das companhias aéreas não terem uma previsão de como vai ser a demanda desse voo.

Segundo uma pesquisa feita pela revista Exame com a participação do site Mundi, as melhores épocas para começar a pesquisar bons preços são de três a seis meses, dependendo do destino. E quanto maior a oferta de voo para um local: melhor o preço, nos meses que antecede ou mesmo poucas semanas antes da viagem.

Um exemplo disso, são as passagens aéreas do Brasil para os Estados Unidos. Devido a um acordo entre eles, o número de aeronaves aumentou consideravelmente e com isso, o número de bilhetes à venda. E todos sabem: quanto maior a oferta, maior será o numero de bilhetes promocionais.

Ainda, segundo a Revista Exame, a antecedência ideal na compra das passagens para os Estados Unidos é em média de dois meses. No caso da Europa e America Latina, de três meses a três meses e meio.

Para viagens nacionais, existe uma regrinha que os viajantes de “plantão” utilizam na hora de adquirir sua passagem: as tarifas começam a ficar mais atraentes, a partir dos 3 meses, antes do voo. Isso se dá, devido ao fato, das aeronaves não estar ainda com os assentos completos.

Lógico, que existem variações de preços e tempo de busca para lugares e época, que se pretende viajar. Um exemplo disso é viajar para o Nordeste no Réveillon, onde a procura é maior que a oferta. Aí sim, antecipe sua busca para seis meses, e no primeiro mês, observe a quantidade de voos disponíveis e as oscilações de preços. Logo, no quinto e quarto mês, você já terá um parâmetro se deve comprar ou esperar mais um pouco.

 

#2 – Não comprar passagens aéreas em cima da hora

Bom, se você seguir a linha de raciocínio que devemos esperar para conseguir um bom preço em promoções, devemos ter alguns cuidados também e não deixar para comprar muito perto do voo. Como eu falei, a média do período, apesar de não ser fixa, estipula uma época propícia para a compra da passagem.

Infelizmente, o valor da passagem, 14 dias antes (em média) ou na hora do voo, sai bem mais cara. Isso, porque a companhia aérea subentender que a pessoa que procura uma passagem dessa forma, é que realmente necessita viajar, seja por motivo pessoal ou profissional.

Algumas pessoas esperam até o último momento para comprar passagem aérea, na esperança de aparecer uma promoção relâmpago, que, na verdade, não é impossível, principalmente, em companhias aéreas de baixo custo, quando essas não preenchem todos os assentos. Mas, é contar muito com a sorte, pois a chance é grande de não haver a promoção e essa pessoa ter que pagar um absurdo de passagem, ou mesmo desistir da viagem.

 

#3- Melhor dia para comprar passagem

Estatísticas mostram, que o melhor dia para comprar passagem aérea, é no fim de semana, quando a maioria das companhias aéreas liberam suas ofertas mais interessantes, como os “saldões”.

Alguns sites mostram que não existe dia certo para comprar, pois as promoções dependem da alteração nas tarifas. Mas a maioria desses sites que não “acreditam” em datas de oferta são diretamente ou mesmo indiretamente destinadas a venda de passagens.

Logo, não se torna, para elas, interessante estipular dias para estimular ou não a compra dos tickets. Muitas vezes, chegam a lançam ofertas relâmpagos em datas menos propícias. Algumas dessas ofertas valem a pena, outras nem tanto, sendo apenas um chamariz para entrar no site e induzir a compra da passagem desejada.

Uma dica pessoal minha é comprar de madrugada. Geralmente, na madrugada de sexta-feira para sábado.

Quando se foge do horário comercial, pode-se pagar até menos da metade do valor em passagens aéreas. Essas promoções duram em média das 0h as 6h, e realmente vale a pena, principalmente quando se compra por milhagem (farei um post dedicado a esse assunto).

 

#4-Melhor dia para sair de viagem

Depois de alguns anos de estudo, agências e sites de viagens foram constatando que determinados dias da semana, conseguiam-se oferecer melhores preços que outros.

Isso ocorre, pelo fato, que as pessoas que viajam a trabalho, não costumam sair na sexta ou sábado, pois as reuniões, geralmente, são durante a semana, além de que, essa viagem não passa de sete dias.

Assim, sexta e sábado  são dia bastante propícios, para conseguir melhores tarifas, para pessoas que viajarão a lazer, tanto voo nacional quanto internacional, com duração de uma semana de viagem ou menos.

Quando a viagem ultrapassa uma semana, o ideal são voos nacionais que saem no domingo, com retorno na quinta-feira. E Voos internacionais: saída na segunda ou terça-feira, com retorno na quanta ou quinta-feira.

 

#5 – Busquem horários menos convencionais

Os voos no período noturno são os mais em conta, geralmente à partir das 18 h e principalmente durante a madrugada, onde as companhias registram uma grande baixa de procura de voo.

Assim, as companhias aéreas abaixam o preço dos voos noturnos, para desafogar a lotação no período diurno.

*Post relacionado:

Dicas para conseguir passagens aéreas mais em conta

Gostou deste post? Gostaria de nos acompanhar nas redes sociais e ficar antenados nas principais dicas e viagens nacionais e internacionais. Siga a gente, no Facebook / Instagram /  youtube

Compartilhe com os amigos nas redes sociais! Os botões estão logo abaixo do texto. Deixe também seu comentário.

 

Leia também:

Punta Cana: tudo que precisa saber antes de ir

Os principais passeios em Punta Cana

Praia do Forte: um pedacinho do céu

Conexão em Salvador: o que fazer

Voce que adora viajar: sabe o que STOPOVER?

Passeio no Navio Veleiro: só se for o da Marinha

Ferrari Word: um mundo a parte

Doha: vale a pena conhecer?

 

Viajar é colecionar momentos inesquecíveis, memórias e lembranças que te fazem sempre sorrir. Amamos tanto tudo isso, que esse blog nasceu com o propósito não só de poder compartilhar lugares e dicas, mas de te trazer cada emoção e encanto que esse mundo nos reserva.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui